• Celso Sgarbi

Na mira do Real, Igor Gomes, do São Paulo, inicia processo para tirar o passaporte português.

Pai do jogador inicia burocracia para tirar documento. Só depois disso o meia pode dar entrada.


Igor Gomes, do São Paulo, é seguido pelo Real Madrid e outros clubes europeus, como confirmaram Raí e Alexandre Pássaro, diretor e gerente executivos do clube, respectivamente, em entrevista exclusiva ao GloboEsporte.com.

O meia do São Paulo pretende tirar nos próximos meses o passaporte português, documento que facilitaria uma eventual transferência para um clube europeu por não contar como um atleta estrangeiro no elenco. Airton Gomes, pai do meia, inclusive, deu entrada para tirar o passaporte. Só depois de finalizado esse trâmite é que o atleta de 21 anos poderá regularizar o próprio documento. Em meio à pandemia do Covid-19, no entanto, esse processo poderá ser mais demorado. O prazo máximo é de seis meses, após dar entrada na documentação.


– Sabemos que o Real Madrid e outros clubes seguem o Igor, inclusive pela possibilidade que o Igor tem aí de conseguir nos próximos seis meses, talvez, um passaporte português, o que não gastaria uma vaga de jogador estrangeiro em clube europeu – disse Alexandre Pássaro, em entrevista ao GloboEsporte.com (ouça o podcast "Ge São Paulo" no player que está no início da reportagem). – É verdade... O que a gente pode falar hoje é que (o Igor Gomes) é um jogador que está despertando a atenção dos clubes europeus. Mas não teve nenhum contato oficial. É uma realidade que ele está despertando interesse, já falei com amigos europeus, que comentam, mas é só isso – afirmou Raí, na mesma entrevista exclusiva. O interesse do Real Madrid em Igor Gomes foi noticiado em março pelo jornal "AS", da Espanha. Apesar de estar na mira de clubes europeus, o jogador costuma mostrar foco no São Paulo. – Não gosto muito de ficar pensando no futuro. Minha cabeça hoje está toda no São Paulo. Estou muito feliz com o grupo e o que estamos apresentando. Sei aonde podemos chegar com tudo isso e quero estar participando. O futuro a Deus pertence. O que tiver de acontecer vai acontecer. Eu vou estar lá. Se Deus quiser, esse ano no São Paulo brigando por título e me divertindo dentro de campo, representando o clube que eu gosto – disse Igor Gomes, em março. Titular no São Paulo de Fernando Diniz e reserva na seleção brasileira de André Jardine no Pré-Olímpico, disputado no começo do ano na Colômbia, o jogador recebeu um aumento salarial do São Paulo pelo rendimento dentro de campo. Seu contrato segue válido até março de 2023. O clube tem 100% dos direitos econômicos de Igor Gomes.


Por Eduardo Rodrigues, Leandro Canônico, Leonardo Lourenço e Marcelo Hazan.

Fonte: globo.com/globoesporte.com

Foto: Érico Leonan / saopaulofc.net

Copyright © 2020 by Ch34

Newsletter tricolor

  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • SoundCloud
  • Spotify - Black Circle